PMPF Facebook

Passo Fundo, 07/07/2020, 15:31

Como a literatura pode ajudar

A literatura pode ser uma aliada em tempos de pandemia

São mais de três meses que a pandemia do coronavírus mudou o dia a dia de todos. Lidar com as restrições, medos e ansiedade não é fácil. Chegou o mês de julho, para alguns sinônimo de férias, para outros o trabalho segue. No entanto, independente de qual seja o caso, a literatura pode ser uma aliada. 

O escritor Luiz Ruffato escreveu o texto Literatura em tempos de pandemia, em que fala que mesmo que a literatura não tenha a pretensão de curar as dores do mundo, ela ilumina caminhos. Pensando nisso, a coordenadora de Inovações Educacionais da Secretaria de Educação da Prefeitura de Passo Fundo, Ivânia Campigotto Aquino, traz duas dicas de leitura.

“São obras que dialogam com o agora, suscitam reflexões necessárias sobre o contexto social em que vivemos. Em geral, experimentamos começos e recomeços difíceis, porém, boas leituras são recursos práticos que trazem alento no caminho individual rumo à compreensão da vida e, quem sabe, da sua renovação. Além disso, para estes dias, um bom livro é, também, um bom refúgio”, afirmou Ivânia, que também é professora Dra. em Letras. 

A peste, de Albert Camus
Publicado 1947, narra uma história de solidariedade entre trabalhadores da Argélia, quando, devido à peste que destrói a cidade, a condição humana necessita de reinvenção.

Sendo uma distopia, a obra apresenta uma totalidade extensiva da vida. Sua narrativa instiga o leitor a se perguntar sobre o que levará a sociedade a evoluir a um novo nível. Infere-se que, sem dúvida, será pela busca coletiva do conhecimento e não a luta por dinheiro e poder. Nos acontecimentos narrados e nos discursos das personagens, estão sugeridas diferentes formas capazes de redefinir a maneira como pensamos o consumo, a globalização, as relações e a própria visão de mundo. 

“O interessante é que, apesar do ano em que foi lançado, o romance ajuda a compreender melhor em que medida e de que maneira a nossa vida se entrelaça com os acontecimentos deste 2020. Nas ações que realizamos em meio à pandemia, buscando contê-la, o mais relevante é a estratégia para a vida, que assegura o humanismo e a defesa da ética e da solidariedade”, ressaltou Ivânia. 

Toda poesia, de Paulo Leminski
A poesia é um gênero que combina muito bem com os momentos de isolamento social. Pela sua natureza, carrega em si a maior capacidade de dialogar com a alma humana que um texto pode ter. Em 2017, foi lançado o livro Toda poesia, de Paulo Leminski, um dos maiores poetas brasileiros do século XX. “Há muitos sentidos profundos naquelas palavras que formam os pequenos poemas, contemplando os mais variados sentimentos. Vale muito a pena ler”, destacou Ivânia. 

No mais, que possamos pensar como Paulo Leminski: 
“isso de querer
ser exatamente aquilo
que a gente é
ainda vai
nos levar além”



Galeria de imagens


Rua Dr. João Freitas, 75
99010-005 - Passo Fundo - RS
Telefone (54) 3316 7100

Central de Atendimento
0800 541 7100
pmpf@pmpf.rs.gov.br

Horário de atendimento:
De segunda a sexta-feira
Das 08h às 11h30min
Das 13h30min às 17h