PMPF Facebook

Desafios do Planejamento Urbano

   Busca pela qualidade de vida

Hoje o processo de urbanização é mais lento que nas décadas passadas, mas herdamos diversos problemas advindos dessa explosão de atratividade que as cidades exerceram nos últimos anos. O planejamento deve buscar que os novos bairros sejam estruturados sem esquecer-se do olhar para a cidade já constituída, seus problemas e enfrentamentos.

Questões relativas aos desafios na área da habitação, saneamento, democracia, educação, segurança, meio ambiente, desenvolvimento econômico e qualidade de vida, serão as principais pautas dos gestores e da sociedade como um todo.

Para isso é importante ter uma visão de território em três escalas: Macro, onde são analisados os fenômenos em relação à escala regional; Meso (médio) onde são analisados os fenômenos territoriais; Micro, onde está o aspecto da humanização, das pessoas que formam o município. As políticas públicas devem permear essas três esferas para que se obtenha desenvolvimento econômico, ambiental e social, buscando sempre melhorar a vida de cada pessoa que habita Passo Fundo.

Nesse aspecto, a definição de um conceito de território em que o interesse coletivo é preponderante sobre o individual, coloca-se como pauta prioritária na busca pela qualidade de vida de cada cidadão, que deve ser amparada na melhoria da coletividade, no convívio social, na colaboração entre a esfera pública e a sociedade, na apropriação do território por parte do cidadão, na saúde coletiva, na segurança e principalmente na educação, entre outros aspectos.