PMPF Facebook

Estrutura

SEHAB

Coordenadoria de Administração e Planejamento

É o órgão responsável pelo controle de frequência (assiduidade e pontualidade) dos servidores com a elaboração da efetividade mensal; elaboração do registro e acompanhamento de férias, licenças e outras situações funcionais; recebimento, controle interno e expedição dos processos internos e administrativos; elaboração de requisições de materiais, serviços, equipamentos e o consequente empenho com documento fiscal respectivo anexo, bem como o registro de entrada de materiais e equipamentos adquiridos para controle da demanda e conservação dos mesmos; apoio administrativo às demais coordenadorias e núcleos da Secretaria; controle da eficiência e eficácia de todos os órgãos da Secretaria, como também de todos os processos e procedimentos administrativos; controle da execução orçamentária da Secretaria; correspondência oficial e demais serviços da Secretaria.
 

Coordenadoria de Habitação Popular

É o órgão responsável por identificar as áreas degradadas e de risco para moradia; coordenar as atividades de assentamento e reassentamento; melhorias nas condições de habitação; criação de loteamentos e projetos habitacionais, construção de moradias; produção de lotes urbanizados; revitalização de áreas degradadas para o uso habitacional; regularização fundiária; propor políticas de aplicação de recursos do Fundo Municipal de Habitação e Bem Estar Social; propor e firmar convênios com o Governo Federal e ou Estadual; controlar e distribuir os materiais de construção para famílias socialmente vulneráveis; realizar levantamento planimétrico e planialtimétrico das áreas disponíveis para novos projetos habitacionais; orientar e auxiliar os respectivos núcleos na execução das competências atribuídas.

Estrutura da Coordenadoria
a) Núcleo de Construção Civil
b) Núcleo de Projetos Habitacionais
c) Núcleo de Saneamento Básico


Coordenadoria de Diagnóstico Habitacional

É o órgão responsável por cadastrar e fazer levantamento socioeconômico das pessoas que não possuem moradia para inserção nos programas habitacionais adequados; realizar o levantamento, e deixá-lo permanentemente atualizado, do deficit habitacional no município; estabelecer a interface com o Conselho Municipal da Habitação e Bem Estar Social, Associações de Moradores, Cooperativas Habitacionais e demais entidades afins; questões pertinentes ao serviço social; elaboração, coordenação, operacionalização, monitoramento e avaliação técnica dos projetos sociais relacionados aos programas habitacionais.